DISSÍDIO COLETIVO SERÁ JULGADO PELO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO EM 11/11/2015

Após muitos meses de espera, TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO marca JULGAMENTO do DISSÍDIO COLETIVO DA CATEGORIA o julgamento tinha sido convocado para 09 de Setembro de 2015. Mais de 60 trabalhadores compareceram no julgamento que inicialmente seria extinto sem julgamento do mérito, porém os desembargadores divergiram quanto a importância desse dissidio coletivo para nossa categoria que já esperava longos meses para que fosse julgado. O Relator Desembargador Flávio Nunes reviu o posicionamento e decidiu julgar as cláusulas econômicas aos trabalhadores Piso Salarial, Reajuste para as demais funções, VA/VR, Auxilio Creche e Participação nos Lucros e Resultados. O Desembargador Relator foi afastado por motivos de saúde e o nosso processo foi redistribuído ao Desembargador Relator Hélio Grasselli e será julgado na próxima quarta feira 11 de novembro de 2015.

Muitas lutas foram travadas pelo SINTRATEL CAMPINAS, junto aos trabalhadores, muitas retaliações também ocorreram sobre a categoria, demissões, pressão dos patrões, transferência de postos de trabalho após greve dos trabalhadores na CONTAX, na tentativa de fazer com que nossa luta fosse enfraquecida.
Mesmo com todas as tentativas do sindicato patronal SINTELMARK em fazer pressão sobre a diretoria do SINTRATEL CAMPINAS, para desistíssemos de moralizar as condições de trabalho e salario da nossa categoria, permanecemos firmes mantendo o processo de dissidio coletivo para termos um posicionamento do TRIBUNAL sobre as reivindicações votadas pelos trabalhadores da categoria na região de Campinas.
O que nos deixou com maior animo para continuar esta longa luta foi o posicionamento do MPT (MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO) que deu parecer favorável a todas as reivindicações pleiteada pelos trabalhadores no DISSIDIO COLETIVO.
Sabemos que nada está fácil para os trabalhadores desde a constituição da pauta de reivindicação 2015, construída em diversas assembleias conjuntamente com os trabalhadores nas portas das empresas. Com o objetivo de ouvir as reivindicações da nossa classe e possibilitar a discussão com os patrões. Foram inúmeras mobilizações, passeatas, paralizações, que demonstraram a insatisfação dos trabalhadores com a realidade salarial atual.
Foram meses de espera, mas o TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO, publicou o JULGAMENTO DO DISSIDIO COLETIVO em face do SINTELMARK para o dia 11 de Novembro de 2015 (próxima quarta feira), as 13:00 HORAS no primeiro andar, Seção de Dissídios Coletivos. Avenida Francisco Glicério, 860, Centro, Campinas/SP, (quase em frente dos Correios e Telégrafos).
Convidamos todos os trabalhadores que possam ir ao julgamento, recomendamos que cheguem com pelo menos 30 minutos de antecedência. A UNIAO DOS TRABALHADORES É PRIMORDIAL!!!

MOVIMENTO CONVOCADO POR TRABALHADORES DE CAMPINAS CHEGA AO SENADO FEDERAL EM BRASÍLIA

O SINTRATEL CAMPINAS compareceu a audiência pública convocada pelo Senador Paulo Paim para discutir a precariedade do trabalho do operador de telemarketing no Brasil. Em conversa com os trabalhadores e diversas entidades SINTRATEL CEARÁ, SINTELMARKETING PERNAMBUCO, FETRACE, SINTTEL DF, CGTB E SINTRATEL CAMPINAS. Foi elaborado PROJETO LEI que estabelece PISO MÍNIMO de R$ 1.050,00 para operador de telemarketing/teleatendimento, carga horária de trabalho máxima de 6 horas dia e não 6:20 como é praticado pelas empresas do setor e Adicional de Penosidade que já consta na Constituição Federal. Infelizmente algumas entidades sindicais ligadas aos patrões defendem outro Projeto Lei que piora a situação dos trabalhadores, definindo piso salarial equiparado ao salário mínimo nacional, permitindo proporcionalizacão da jornada com redução de salário. Uma Vergonha, pois as entidades sindicais existem para melhorar a vida dos trabalhadores e não precarizar.

PELO LEGISLADO, CONTRA O NEGOCIADO!!!


Price:
Category:     Product #:
Regular price: ,
(Sale ends !)      Available from:
Condition: Good ! Order now!

by